Não tenha medo: Mercado de trabalho valoriza diploma EAD

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma dúvida recorrente de quem pensa em se matricular em um curso de graduação ou pós-graduação no formato EAD (Educação a Distância) é se o diploma é bem-visto no mercado de trabalho. Segundo Eliane Aere, diretoria da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Digital), na percepção dos departamentos de RH e das lideranças das empresas, a modalidade EAD tem sido tão aceita quanto a presencial.

“Se é presencial ou EAD não faz a menor diferença na hora do processo seletivo. O que analisamos é a carga horária e a avaliação do curso no MEC”, diz a especialista, ressaltando que, com exceção das áreas de saúde e engenharia, que exigem o aprendizado prático em laboratórios, praticamente todas as disciplinas ministradas online têm certificação reconhecida nas empresas.

Na opinião dela, a EAD abriu portas. “Os cursos a distância estão permitindo que mais pessoas, que até há pouco tempo não tinham condições de fazer uma faculdade ou pós-graduação, conquistem um diploma que refletirá positivamente na sua carreira”, declara.

Zilma Carvalho, coordenadora dos cursos de pós-graduação EAD do Senac, diz que grande parte dos que optam pela formação a distância já atua no mercado de trabalho e precisa de flexibilidade. “Muitos alunos que estão fazendo pós-graduação já são profissionais e costumam fazer muitas viagens de negócio, impossibilitando o ingresso em um curso presencial. Com a EAD, ele pode acessar a aula de qualquer lugar e concluir o seu curso tranquilamente.”

Para ela, alunos que concluem um curso a distância mostram uma grande capacidade de concentração e organização. “Quem opta por esta modalidade deve ser organizado e dedicado porque esses cursos têm um conteúdo mais extenso do que os presenciais”, diz.

Paulo de Tarso, vice-presidente de educação continuada do Grupo Kroton, é da mesma opinião. “O aluno precisa ser muito mais disciplinado para concluir o curso. No presencial, tem o professor que está em cima para ele não desviar o foco e prestar atenção na aula. No EAD, ele precisa se preparar para assistir a aula porque não terá o apoio de ninguém na hora”, afirma.

Ele ainda destaca que os cursos da modalidade EAD oferece um conteúdo mais denso. “O conteúdo teórico do EAD é muito mais completo do que o das aulas presenciais. O professor consegue transmitir todos os conceitos sem interrupção e com a mesma intensidade. Dificilmente ele conseguiria atingir o mesmo resultado em um curso presencial com muitos alunos”, declara Tarso.

 

Não tenha medo: Mercado de trabalho valoriza diploma EAD. UOL, 03/01/19. Disponível em: <https://educacao.uol.com.br/noticias/2019/01/03/mercado-de-trabalho-valoriza-graduacao-e-pos-graduacao-ead.htm>. Acesso em: 04/01/21

 

INOVE o seu futuro através da educação! Conheça a nossa plataforma de EAD. Seja EJA, cursos técnicos ou cursos de qualificação profissional, nós temos a opção certa para você.

Mais notícias